sábado, 3 de Março de 2012

KIN & The 4 Elements 2012

Está a chegar uma das festas mais antigas da Península Ibérica. KIN segue para a 5ª edição com um programa de luxo que inclui os artistas internacionais Azax Syndrom, Spade e Mekkanikka. Destaque para a apresentação de BioGenesis que traz o melhor do trance da América Central.

A Praia do Tejo, entre Valada e Azambuja, recebe a festa mais aguardada desde a odisseia da passagem de ano. Co-produzido pelas promotoras Psyart e Crystal Matrix, este evento teve edições passadas no Porto Alto, Almeirim e Azambuja com actuações memoráveis de Vibe Tribe e Perplex em 2007, Bizzare Contact em 2008, G.M.S. em 2010 e Abomination em 2011. Actualmente é um dos poucos eventos em Portugal que inclui um artista internacional na tenda Chill Out. Este ano os programadores escolheram o alemão Medja criador dos álbuns "Synchronicity" e "Kontaktaufnahmen", actuação com marcação anunciada oficialmente para as 4 da manhã. A organização anunciou ainda a participação do projecto de prevenção comunitária Check-In no blog oficial do evento, onde de resto se pode encontrar todas as informações. Última atenção ainda para o flyer, um globo psicadélico que se monta em alguns passos. Boa festa a todos!

EVENTO KIN & The 4 Elements 2012
DATA 10 de Março de 2012
LOCAL Praia Fluvial do Tejo, Azambuja
ABERTURA 23:00
SITE OFICIAL 2012kin.blogspot.com
ROTA aqui
ARTISTAS - DANCE FLOOR
live act Azax Syndrom | Spade | Mekkanikka | Biogenesis | Myrah | Creative X | A-Mush
dj set Juggler | Hydra | Anestetic | Hybris | Guapa Lee | Duende
ARTISTAS - CHILL OUT
live act Medja | Balancé | Quetzal Project | Ambiens Indages
dj set Jonny Chill | Vajra | Cut_Breaks


CONDIÇÕES Bar, WCs, Fogueira, Flea Market
BILHETES 20,00 € à Porta | 15,00 € Venda antecipada




quarta-feira, 29 de Fevereiro de 2012

Novo EP de Profound "New Horizons"


O novo EP de Profound "New Horizons" traz 2 novos temas surpreendentes. "Gravitation Area" e "Electronic Transformation" foram compostas a 145 batidas por minuto e representam um crescendo na carreira artística deste artista belga. A edição é da espanhola Panmusic Records de Ibiza pertencente a DJ Pan Papason.
Profound @ Facebook | MySpace | Last FM | YouTube | Beatport




domingo, 26 de Fevereiro de 2012

DJ Hydra - 2011 Dj Set

 PORTUGUÊS
"Tem 16 músicas lançadas no último ano e 3 músicas inéditas onde figura uma remistura de "Heart Shaped Box" dos míticos Nirvana. Uma produção do artista russo Animalis. Assumidamente psicadélico e a um ritmo alucinante de 145 batidas por minuto trata-se da mais recente compilação de artistas e músicas que mais apreciei em 2011. A mistura abre com uma fusão entre Ultravoice e Azax Syndrom - Ultrazax. Destaco 2 músicas do novo álbum de Mekkanikka - "In Spiral" e "Always Ticking" - e o inédito "En Fuego" de Earthling. A fechar o alinhamento está "Gate To Nowhere", uma co-produção inédita entre Xerox, Hipnotix e Volcano. Este dj set conta ainda com músicas de Peacemaker, Black & White, Avalon, X Noize e co-produções entre: Wild Monkeys vs Block Device; Mad Maxx vs Space Tribe; Mad Maxx vs Mekkanikka; Orpheus vs Point; Bionix vs Mesmerizer e, Orpheus vs Dual Core."

ENGLISH
It has 16 songs released last year and three new songs. A remix of Nirvana's "Heart Shaped Box" produced by Animalis. Admittedly psychedelic at a blistering pace of 145 beats per minute it is the latest compilation of artists and songs I enjoyed the most in 2011. This compilation opens with a merger between Ultravoice and Azax Syndrom - Ultrazax. I highlight two songs from the new Mekkanikka album - "In Spiral" and "Always Ticking" - and the unreleased track "En Fuego" from Earthling. The line up ends with "Gate To Nowhere", an unprecedented co-production between Xerox, Hipnotix and Volcano. This best of 2011 also features songs by Peacemaker, Black & White, Avalon, X Noize and co-productions between: Block Device vs. Wild Monkeys, Mad Maxx vs Space Tribe, Mad Maxx vs Mekkanika; Orpheus vs Point; Bionix vs Mesmerizer and, Orpheus vs. Dual Core.

sábado, 28 de Janeiro de 2012

Estórias Sonoras - DJ Hipnotyk Poison

O disc jockey é um comunicador, um animador e um criador de estórias sonoras. Pesquisa, selecciona e compra áudio de qualidade para mostrar a fãs de música. Colecciona álbuns, conceitos, comunica com artistas e guarda relíquias para um momento especial. Usa técnicas de mistura: edita, mistura, transforma. Apresenta-se em clubes, festas temáticas, festivais e é aquele selector de música que apresenta aquela linha de som que adoramos. Bem vindos ao imaginário do disc jockey !

DJ HIPNOTYK POISON




Quando a encontro, ela é tudo o que imaginava: uma estatura baixa, mas expressiva, uma atitude elétrica e bem disposta. Cresceu em Sintra onde foi escuteira durante 7 anos aprendi nas primeiras palavras trocadas. Apresenta-se como adepta dos timbres electrónicos desde os primeiros concertos rock na adolescência. Mais tarde passeia entre eventos techno e trance e apura o gosto e o conhecimento por ambientes negros e noctívagos. Entretanto trabalhou para a extinta discoteca Ultimatum onde com acesso ao camarim conhece Jesus del Campo e outros artistas. Mais tarde assistiu aos espectáculos de Xangai e Skazi e assim surge a atracção pela arte de misturar. Primeiro com  naturalidade e depois com persistência. Em 2002 tocou no "Boom Shankar" em Guimarães permanecendo 3 anos como residente. A caminhada como disc jockey não foi sempre constante. Mãe desde 2005, ano em que adia o percurso artístico, Hipnotyk Poison só voltou ao activo em 2010. Do ano 2011 guarda religiosamente 41 cartazes com o seu nome ao lado de Growling Mad Scientists, Skazi, Hiyarant, Orca, Concept, Bizarre Contact, Mamooshka e Poizon. Recentemente foi votada melhor disc jockey trance nacional de 2011 num universo de 90 concorrentes nacionais. Angariou 361 votos numa sondagem do canal Trance Pt.

Influências: Lost & Found, Abomination, A-Mush, Absolum, Smashed, Orca
Estilo: Full On Night
Promotora: Dream Factory
Editora: CosmicBeats, Phonix Records e Up!Noize Records



Sásá Gonçalves
IX QUESTÕES HIPNÓTICAS

I. O teu nome artístico sabe a veneno hipnótico. É sátira inerente à tua personalidade ou há motivo para desconfiar dum hipnotismo mortal?

DJ Hipnotyk Poison: O meu nome é uma homenagem à minha mãe. Visto ser o seu perfume preferido achei por bem demostrar tudo o que fez e faz por mim ao longo dos anos. Mas como nada é ao acaso...tenham cuidado com o veneno!

II. Quando começaste a tocar, que músicas e ideias te influenciavam?

HP. Quando comecei a pensar em tocar trabalhava como distribuidora de flyers na discoteca Ultimatum em Coimbra. A música que me influenciava era Skazi, Xangaii e Absolum. Sempre fui adepta de full on. Os baixos fortes, melodias contagiantes e o espírito alegre que fica na pista de dança. Era a única vertente do trance que me fazia estar no frontline a festa toda e daí ter escolhido este estilo. Nenhum outra me faz saltar tanto em cima de um palco. Costumo sair do palco e ir para o meio do dancefloor dançar. Com a oportunidade de ser dj residente no antigo Boom Shankar em Guimarães tive tempo e espaço para desenvolver tecnicamente.

III. Na tua adolescência contactaste com vários djs? Foi isso que te ligou à pratica?


HP. Sim, sem dúvida que teve grande influência. Conforme fui conhecendo os djs que passavam no Ultimatum apercebi-me que era uma actividade interessante e que era de facto o que queria fazer. Tentei e aqui estou!


IV. Paraste de tocar durante um longo período de tempo para abraçar uma nova realidade na tua vida. Fala-nos sobre o sucedido e como foi regressar ao palco?

HP. É verdade tive que me ausentar durante uns tempos pois fui mãe. Tenho uma filha linda, Luana, de 6 anos. Ainda cheguei a tocar umas vezes grávida mas começou a tornar-se impossível e não tive outra escolha senão parar. Após 5 anos afastada tenho que confessar que o regresso foi inesperado e muito bom. Tinha chegado de Londres à uns meses quando recebi o convite da Carpe Diem. A adesão do publico fez renascer a imensa vontade que tinha para continuar. Desde então não tenho parado de tocar tanto em Portugal como fora do país.

V. Já tocaste com vários artistas internacionais e tiveste oportunidade de comunicar com alguns destes artistas. Que ideias ou experiências consegues retirar desse contacto?

HP. Já tive a oportunidade de partilhar o palco com grandes nomes internacionais e sinto que cada vez aprendo algo novo, seja uma maneira diferente de misturar ou um simples truque de BPM´s. É sempre bom aprender com alguém que tem mais experiência que nós.

VI. A tua soma de 361 votos num universo de 90 djs nacionais na sondagem do canal Trance Pt no Facebook ultrapassa largamente os amigos que alguém consegue obrigar a votar. Ainda assim há vozes críticas à tua vitória.

HP. Haverá sempre quem goste e quem não goste, é um facto ao qual estou habituada, infelizmente não se pode agradar a todos... Críticas construtivas são sempre bem vindas, pois ajudam-nos a melhorar! Sinceramente também é algo que não me preocupa. Estou mais do que satisfeita com o resultado da votação e só tenho a agradecer a todas as pessoas que votaram em mim, amigos ou não amigos.

VII. Actualmente, o que andas a ouvir em casa?

HP. Normalmente muito reggae e dubstep. Em casa oiço tudo menos trance. Gosto de tudo um pouco desde que seja boa música.

VIII. Além da música tens outra actividade ou hobby?

HP. Sim, quando tenho assim um tempo mais livre ou preciso de desanuviar...escrevo, desenho, faço alteraçao de fotografias e se tiver mesmo com paciência faço roupa.

IX. Diz-nos alguns nomes de produtores actuais que aprecies e o teu top nacional.

HP. Lost & Found para mim é o melhor produtor dos últimos anos, mas também Hyarant, aliás penso que terá sido uma das melhores actuações ao vivo que vi o ano passado. Nacionais não poderia deixar de ser Khopat que cada vez mais me surpreende pela excelente produção e claro Alienn pela enorme ascensão de carreira que se tem vindo a ver.




DJ HIPNOTYK POISON NA WEB

domingo, 1 de Janeiro de 2012

Trance PT Awards 2011

Os Trance Pt Awards são uma fotografia do movimento trance no ano de 2011. Os concorrentes mais votados foram: Dj Hipnotyk Poison, Alienn, Psyart Records, Azax Syndrom, "O Regresso da E.M.E.L. " e o Freedom Festival.

A vitória da disc jockey natural de sintra justifica-se pelo elevado número de actuações que fez durante o último ano. O artista Alienn teve um desenvolvimento rápido superando-se a si mesmo nas mais recentes edições e actuações. A promotora Psyart realizou as 3 festas mais participadas do ano, como a Luminopolis. A escolha de "O Regresso da E.M.E.L. para evento do ano deve-se ao forte sentimento de pertença dos participantes para com a festa. A experiência e maturidade da produtora Crystal Matrix e a dimensão do Freedom Festival justificam a maioria de votos para festival do ano.

Em baixo, estão divulgados os 18 concorrentes mais votados na sua categoria. Brevemente será publicado o primeiro de 18 artigos extensos sobre os vencedores. A primeira visada não podia deixar de ser a concorrente mais votada destes 100 dias, DJ Hipnotyk Poison. Os Trance Pt Awards voltam no último trimestre de 2012 com um formato actualizado e mais criterioso.


Trance Portugal Community Awards
Os melhores de 2011

Hipnotyk Poison disc jockey nacional trance 361 votos
Alienn artista trance nacional 307 votos
Psyart Records promotora nacional 279 votos
Azax Syndrom (Israel) artista internacional 109 votos
O Regresso da E.M.E.L. festa nacional 244 votos
Freedom Festival de Crystal Matrix festival nacional 135 votos
DJ Chill Lx disc jockey nacional chill out 52 votos
Musical Experience de Brainwash album nacional trance 63 votos
Woorpz Records editora discográfica nacional 63 votos
Kala Hari artista chill out nacional 34 votos
Bonus de Chichke & MultiTech tema musical trance internacional 46 votos
Shpongle (Reino Unido) artista chill out internacional 46 votos
V.A. Fractal Energy de Fractal Records  (Suiça) compilação de artistas internacional 25 votos
Red de Tryambaka tema musical trance nacional 32 votos
V.A. Trooping Systems de Acid Trooper compilação de artistas nacional 28 votos
Chasing Frogs de Smilye Pixie tema musical chill out nacional 22 votos
Decoder de Lost & Found (África do Sul) album trance internacional 10 votos
Ambient Paradise de Culture Cruisers edição discográfica chill out nacional 16 votos


Mais números...

11897 votos
1003 subscritores
742 comentários
488 concorrentes
361 votos na Dj Hipnotyk Poison
307 votos no artista Alienn
100 dias de duração das votações
18 Perguntas
12 perguntas escala nacional
6 perguntas escala global

domingo, 18 de Dezembro de 2011

Bem Vindos !

Bem vindos ao novo blog do canal Trance Pt. Em 2010 foi criada uma página na rede social Facebook para partilha de música. O que começou por ser uma brincadeira transforma-se em 2012 num meio de comunicação e interacção para os apreciadores lusófonos de música trance. A participação massiva dos leitores nos Trance Pt Awards com praticamente 12 000 votos entre 488 concorrentes distribuídos em 18 perguntas dá o primeiro impulso a este espaço com os resultados das votações públicas e artigos sobre os vencedores.

O Trance Pt transforma-se no Transtlântico. Um espaço para todos os apreciadores dos mais variados estilos de trance e chill out que pretendem receber as notícias mais interessantes do movimento. Para tal estamos à procura de uma equipa de "jornalistas voluntários" que pretendam escrever artigos sobre as últimas novidades ou outras curiosidades. Se pretendes participar duma forma mais activa neste blog escreve para...trancetuga@gmail.com.

Disc Jockeys | Artistas | Eventos | Dj Set | Lançamentos | Festivais | Entrevistas